Para reflorestar uma área de mais de 40 mil hectares na bacia do Rio Doce serão necessários até 20 milhões de mudas nativas, principalmente da Mata Atlântica. Essa é a estimativa inicial da Fundação Renova, responsável por gerir os programas ambientais vinculados à tragédia de Mariana (MG). Para atender a demanda, teve início neste mês um levantamento dos viveiros de mudas existentes ao longo da bacia do Rio Doce.

A tragédia de Mariana ocorreu em 5 de novembro de 2015, quando o rompimento na barragem de Fundão, pertencente à mineradora Samarco, liberou no ambiente mais de 60 milhões de metros cúbicos de rejeitos. Além de devastar a vegetação nativa, a lama poluiu a bacia do Rio Doce, destruiu comunidades e provocou a morte de 19 pessoas. O episódio é considerado a maior tragédia ambiental do país.

Para saber mais, acesse: http://www.institutoamazonia.org.br

Fonte: Agência Brasil  #institutoamazonia #iamazonia #nossametaeohomem #reflorestamento #RioDoce #AgenciaBrasil
58 likes
  • iamazoniaPara reflorestar uma área de mais de 40 mil hectares na bacia do Rio Doce serão necessários até 20 milhões de mudas nativas, principalmente da Mata Atlântica. Essa é a estimativa inicial da Fundação Renova, responsável por gerir os programas ambientais vinculados à tragédia de Mariana (MG). Para atender a demanda, teve início neste mês um levantamento dos viveiros de mudas existentes ao longo da bacia do Rio Doce.

    A tragédia de Mariana ocorreu em 5 de novembro de 2015, quando o rompimento na barragem de Fundão, pertencente à mineradora Samarco, liberou no ambiente mais de 60 milhões de metros cúbicos de rejeitos. Além de devastar a vegetação nativa, a lama poluiu a bacia do Rio Doce, destruiu comunidades e provocou a morte de 19 pessoas. O episódio é considerado a maior tragédia ambiental do país.

    Para saber mais, acesse: http://www.institutoamazonia.org.br

    Fonte: Agência Brasil  #institutoamazonia #iamazonia #nossametaeohomem #reflorestamento #RioDoce #AgenciaBrasil

  • automaniamanaus☺ ☺
  • maquipel👍 👍 👍
Log in to like or comment.