Em um regime hipocalórico, é preciso reduzir a quantidade de alimento para continuar a emagrecer. Ao final, entretanto, chega-se a um ponto em que quanto mais se come, mais se engorda.

Com muita frequência, as pessoas que querem perder peso passam por severas privações e frustrações para conseguir alcançar seu objetivo. Muitas chegam a apresentar um quadro de depressão, hipotensão, fraqueza, fadiga e até mesmo anorexia.

O efeito do regime ioiô é bem conhecido. O famoso engorda e emagrece, torna cada vez mais difícil o processo de emagrecimento, uma vez que a pessoa sempre recupera o peso inicial e, na maioria das vezes, acaba ganhando mais peso. Isso ocorre em 90% dos casos.

Um estudo realizado na Universidade da Pensilvânia utilizou ratos que receberam alimentação hipercalórica alternada com hipocalóricas. Os ratos ganhavam e perdiam peso, porém, o ritmo de ganho e perda variava a cada novo regime. Assim, ao término do primeiro regime, o rato perdia peso em dois dias e recuperava em 46. 
No segundo, o rato precisou de 46 dias para perder o mesmo peso que foi recuperado em 14 dias. A cada regime subsequente, a perda de peso se tornou mais e mais difícil de ser alcançada, e cada vez mais rápida foi a recuperação. Isso vem provar que o metabolismo se adapta à redução calórica.

Todo déficit calórico faz baixar os gastos metabólicos em mais de 50%, porém, é acompanhado de uma recuperação do peso. Quanto maior for a diferença entre a alimentação habitual e o regime, mais rapidamente se retoma o peso inicial.
O importante é saber o tipo de caloria e nutrientes que se está fazendo uso e não apenas falarmos sobre o regime “X” ou “Y”. Por isso, é fundamental termos uma dieta essencialmente equilibrada.

Resumindo: devemos voltar nossa atenção mais para a qualidade e o equilíbrio da alimentação do que apenas para o número de calorias que ela apresenta. Combinado?

#emagrecimento #dieta #calorias #emagrecer #regime #saúde #DrRondó
105 likes
  • doutorrondoEm um regime hipocalórico, é preciso reduzir a quantidade de alimento para continuar a emagrecer. Ao final, entretanto, chega-se a um ponto em que quanto mais se come, mais se engorda.

    Com muita frequência, as pessoas que querem perder peso passam por severas privações e frustrações para conseguir alcançar seu objetivo. Muitas chegam a apresentar um quadro de depressão, hipotensão, fraqueza, fadiga e até mesmo anorexia.

    O efeito do regime ioiô é bem conhecido. O famoso engorda e emagrece, torna cada vez mais difícil o processo de emagrecimento, uma vez que a pessoa sempre recupera o peso inicial e, na maioria das vezes, acaba ganhando mais peso. Isso ocorre em 90% dos casos.

    Um estudo realizado na Universidade da Pensilvânia utilizou ratos que receberam alimentação hipercalórica alternada com hipocalóricas. Os ratos ganhavam e perdiam peso, porém, o ritmo de ganho e perda variava a cada novo regime. Assim, ao término do primeiro regime, o rato perdia peso em dois dias e recuperava em 46.
    No segundo, o rato precisou de 46 dias para perder o mesmo peso que foi recuperado em 14 dias. A cada regime subsequente, a perda de peso se tornou mais e mais difícil de ser alcançada, e cada vez mais rápida foi a recuperação. Isso vem provar que o metabolismo se adapta à redução calórica.

    Todo déficit calórico faz baixar os gastos metabólicos em mais de 50%, porém, é acompanhado de uma recuperação do peso. Quanto maior for a diferença entre a alimentação habitual e o regime, mais rapidamente se retoma o peso inicial.
    O importante é saber o tipo de caloria e nutrientes que se está fazendo uso e não apenas falarmos sobre o regime “X” ou “Y”. Por isso, é fundamental termos uma dieta essencialmente equilibrada.

    Resumindo: devemos voltar nossa atenção mais para a qualidade e o equilíbrio da alimentação do que apenas para o número de calorias que ela apresenta. Combinado?

    #emagrecimento #dieta #calorias #emagrecer #regime #saúde #DrRondó

  • otaviaoliveiraesteticaMuito bom!
  • ligiacalandraMais uma dica preciosa! 👏👏👏👏👏👏👏👏
  • fmgoronciExcelente
Log in to like or comment.