Porta-bandeira é um vocábulo composto, formado por um verbo (portar) e por um substantivo (bandeira). Nesse caso, o uso do hífen é obrigatório, o que também ocorre com o termo "abre-alas" (abrir + ala). Deve-se empregar o hífen ainda quando um substantivo e um adjetivo se unirem para formar um novo substantivo, como na palavra "velha-guarda"; e no caso de vocábulos formados por dois substantivos. Ex: "mestre-sala" e "samba-enredo". Já "escola de samba" e "carro alegórico" não são substantivos compostos, mas expressões para designar um tipo de escola e um tipo de carro. Portanto, não têm hífen. #português #hífen #ortografia #gramática #clubedoportuguês #carnaval
12 likes
  • clubedoportuguesPorta-bandeira é um vocábulo composto, formado por um verbo (portar) e por um substantivo (bandeira). Nesse caso, o uso do hífen é obrigatório, o que também ocorre com o termo "abre-alas" (abrir + ala). Deve-se empregar o hífen ainda quando um substantivo e um adjetivo se unirem para formar um novo substantivo, como na palavra "velha-guarda"; e no caso de vocábulos formados por dois substantivos. Ex: "mestre-sala" e "samba-enredo". Já "escola de samba" e "carro alegórico" não são substantivos compostos, mas expressões para designar um tipo de escola e um tipo de carro. Portanto, não têm hífen. #português #hífen #ortografia #gramática #clubedoportuguês #carnaval

Log in to like or comment.