Você já parou para pensar sobre a contradição entre trabalho humano e automação? Pense: se a tendência é que cada vez mais seres humanos sejam substituídos por robôs em qualquer tipo de trabalho, não chegará um momento que a criação de empregos não terá mais sentido? Uma questão complicada, tanto que ela foi colocada para um dos maiores gênios da atualidade responder, nada mais, nada menos que o Stephen Hawking (Oxford, 1942), na sessão “Ask Me Anything” (Pergunte-me Qualquer  Coisa) do fórum Reditt. #Hawking respondeu de um modo extremamente lógico, racional, como não poderia deixar de ser, tratando-se de um físico de sua envergadura: “Se as máquinas produzirem tudo o que precisamos, o resultado vai depender de como as coisas serão distribuídas. Todos podem usufruir de uma vida de luxo e prazer se a riqueza produzida pelas máquinas for compartilhada, ou a  maioria das pessoas podem acabar miseravelmente pobres, caso a pressão dos proprietários das máquinas  contra a distribuição da riqueza obtiver êxito. Até agora, a tendência parece seguir na segunda opção, com a tecnologia conduzindo a uma desigualdade cada vez maior.” #ciência #física #astronomia Leia mais sobre #Stephen Hawking e outros cientistas em http://voyager1.net/hiperlistas/10-cientistas-progressistas
narakarolinear likes this
  • voyagerumVocê já parou para pensar sobre a contradição entre trabalho humano e automação? Pense: se a tendência é que cada vez mais seres humanos sejam substituídos por robôs em qualquer tipo de trabalho, não chegará um momento que a criação de empregos não terá mais sentido? Uma questão complicada, tanto que ela foi colocada para um dos maiores gênios da atualidade responder, nada mais, nada menos que o Stephen Hawking (Oxford, 1942), na sessão “Ask Me Anything” (Pergunte-me Qualquer Coisa) do fórum Reditt. #Hawking respondeu de um modo extremamente lógico, racional, como não poderia deixar de ser, tratando-se de um físico de sua envergadura: “Se as máquinas produzirem tudo o que precisamos, o resultado vai depender de como as coisas serão distribuídas. Todos podem usufruir de uma vida de luxo e prazer se a riqueza produzida pelas máquinas for compartilhada, ou a maioria das pessoas podem acabar miseravelmente pobres, caso a pressão dos proprietários das máquinas contra a distribuição da riqueza obtiver êxito. Até agora, a tendência parece seguir na segunda opção, com a tecnologia conduzindo a uma desigualdade cada vez maior.” #ciência #física #astronomia Leia mais sobre #Stephen Hawking e outros cientistas em http://voyager1.net/hiperlistas/10-cientistas-progressistas

Log in to like or comment.